Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Maria das Palavras

A blogger menos in do pedaço, a destruir mitos urbanos desde 1986. Prazer.

26
Abr16

A minha mãe é...azarada!

Maria das Palavras

Sabem aquelas mães de mãos mágicas que transformam tudo em ouro e só com um sopro fazem passar os dói-dóis? A minha mãe é a melhor do mundo (sim, é a minha, não adianta teimarem), mas tem o toque de Midas estragado. Consegue avariar quase tudo aquilo em que mexe. E não é por fazer mau uso, é mesmo por um fenómeno qualquer de embruxamento. 

 

Foi por isso que com o pack Odisseias do Dia da Mãe em mãos, e tendo oportunidade de o personalizar, saiu-me isto:

 

A minha mãe é...azarada - Pack Odisseias Dia da Mãe | Maria das Palavras

 

Opções que teriam sido aceitáveis: a melhor do mundo, linda, fantástica, maravilhosa.

Opção da Maria: Azarada!


Mas a questão é esta: ela precisava mesmo era de um telemóvel. Porquê? Porque mesmo quando ela não avaria tudo o que mexe, há quem a ajude a fazê-lo. O telemóvel dela? O nosso adorável demónio cãozinho...roeu. Afinfou os dentes no aparelho - quem sabe querendo ligar a alguém, que com isto de ser capado tem de olear a sua vida social de outra maneira. O certo é que o telemóvel ficou meio para cá, meio para lá, apesar de ter ficado bem mais giro, com marcas personalizadas de dentinhos afiados. Azar o dela! 

Querendo fazer uma boa ação, conferenciei com o resto da família e mandei vir um telemóvel bem em conta do shopping da Odisseias. Tinha quase a certeza de já ter visto lá telemóveis catitas - fazer chamadas e tirar fotos, é tudo o que ela precisa. Mas...o que eu queria esgotou-se e nenhum dos outros - que são modelos melhores e portanto mais caros, tem chegada prevista a tempo do Dia da Mãe. Azar o dela! Outra vez...

 

Pode ser que tenha sido melhor assim. Ela andava entusiasmada para criar conta no Facebook e com o telemóvel roído afigura-se mais complicada a tarefa. Além disso, se o mote da Odisseias é providenciar experiências, assim temos a certeza que no telemóvel não vem para proporcionar mais uma experiência dentífrica para o cão da casa...

 


Nota: O primeiro que vier para aqui dizer que o Dia da Mãe não é para ser uma data consumista vai de vela. Se não for (ao menos) isto, em vez de latas de atum pintadas com as mãos, não sei quando é que o meu relógio biológico alguma vez se liga na vida... Além disso a minha mãe só faz anos em Dezembro, por isso tem muito que esperar até que seja tempo de alguém lhe oferecer o telemóvel. Assim, enquanto espera, sempre faz uma massagem para relaxar! 

 

Sigam-me no Instagram @maria_das_palavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

Seguir no SAPO

foto do autor

Passatempos

Ativos

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O meu mai'novo

Escrevo pr'áqui







blogging.pt

Recomendado pela Zankyou

Blogs Portugal

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

subscrever feeds