Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Maria das Palavras

A blogger menos in do pedaço, a destruir mitos urbanos desde 1986. Prazer.

18
Jul18

Este blog não é sobre livros #17: Pequenas Grandes Mentiras

Maria das Palavras

Pequenas Grandes Mentiras - Liane Moriarty | Review Maria das Palavras

 

Ora, depois da primeira experiência com a autora me ter feito regressar em força aos livros (já não lia um tão rapidamente há meses), não fui capaz de resistir por muito tempo a outro dos livros dela. Desta feita, precisamente aquele que deu origem à tal série que muita gente elogia e que um dia hei-de ver. A série que conta com aqueles pares de olhinhos famosos ali a espreitar na capa.
Comprei em inglês porque enfim, mai'barato né povo?

 

I'm On a Budget GIF

 

Estava quase a acabar os Capitães de Areia de Jorge Amado quando as minhas férias começaram. Decidi deixar por um pouco os rapazes da Baía para levar este. Foi a companhia perfeita para as férias. Não deixa de ser uma estória leve com uma escrita arejada, perfeita para ler ao Sol. Mas é mais tenso e aborda temas mais graves do que O Segredo do Meu Marido. Tem uma componente muito bem humorada com as mommy wars, pelo que acredito que alguém com filhos na escolinha que reconheça alguma destas situações na vida real, ainda se vai divertir mais do que eu. 

 

Tem os cantos da capa arruinados, páginas vincadas da dobra que lhes fiz e areia ao folhear, como um verdadeiro livro de férias. E foi uma deliciosa parte das minhas.

 

Se acham que estou a tentar enganar-vos com uma Pequena Grande Mentira ao dizer que gostei, provo que não com o Instagram Stories que acabei de publicar (corram que só lá está 24 horas...tic, tac, tic, tac). E podem sempre ler o primeiro capítulo aqui, onde diz Recursos > Ler.

Sigam-me no Instagram @mariadaspalavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

17
Jul18

A Vitalina vai embora

Maria das Palavras

A Vitalina vai embora. Vai mudar de trabalho e de cidade. As pessoas abraçam a Vitalina, choram e gritam. Dão-lhe presentes e lágrimas. Nenhuma das pessoas que abraça a Vitalina, chora e grita pela Vitalina, oferece carinhos à Vitalina, gosta tanto como eu da Vitalina ou lhe sentirá mais a falta. 

 

Eu só sorrio para ela, encarando a mudança e a distância como um facto normal e dinâmico da vida. Parece que a cada dez anos opero uma mudança dessas e as pessoas que importam vão sempre comigo, mesmo quando não arredam pé.

 

Não choro pela Vitalina, porque vou com ela. É só isso.

Sigam-me no Instagram @mariadaspalavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

15
Jul18

Roteiro de uma semana pelas Ilhas Baleares: Maiorca, Menorca, Ibiza e Formentera

Maria das Palavras

Uma semana nas ilhas Baleares | Maria das Palavras - Maiorca, Parc Naturar Mandragó

 

Esta viagem foi uma surpresa do início ao fim. Primeiro porque foi marcada em cima da hora (o que não é de todo o meu modus operandi) quando o plano inicial era só visitar destinos lusos - mas os humores de S.Pedro desencorajaram. Depois, porque gostei muito mais destas paragens do que alguma vez imaginei. Encontrei praias paradisíacas e cidades encantadas e dava um pulmão para morar na ilha que gostei mais (stay tuned). Por fim, porque sempre que mencionamos que fomos às Baleares e a resposta à pergunta "qual?" é "todas numa semana" as pessoas olham com desconfiança (vamos dizer surpresa). Não nos arrependemos minimamente. Não gosto de repetir destinos sabendo que há tanto mundo para conhecer e nunca o vou palmilhar todo - e tivemos uma aventura deliciosa.

 

Eis o que fizemos

  • 4 noites em Menorca com ida de ferry de um dia a Menorca
  • 4 noites em Ibiza com ida de ferry de um dia a Formentera

 

Maria das Palavras nas Ilhas Baleares - Formentera, Ses Iletes

 

Menorca e Formentera são mais bonitas (inexploradas?), mas por isso mesmo o alojamento é mais caro, sobretudo marcado com pouca antecedência. Ibiza e Maiorca têm também muito por descobrir. Repetiria, portanto. E, assim sendo, aconselho. Mesmo tendo noção que muito ficou de fora, por contrangimentos de tempo e vontades do momento, estamos felizes com as nossas escolhas.

 

Dia 1 / Maiorca: Tínhamos chegado na tarde anterior. Visitámos o centro histórico de Palma de manhã e habituamos o corpo ao calor da praia à tarde no Arenal (zona do hotel).

Dia 2 / Maiorca: Alugámos carro e demos a volta à ilha à procura de algumas das paragens que tinha pesquisado e que me tinham recomendado, como, Cuevas del Drach, Cala Mandragó e Cap de Formentor.

 

Mapa Maiorca e Menorca | Percurso Maria das Palavras nas Ilhas Baleares

 

Dia 3 / Menorca: Apanhámos o ferry bem cedo de Alcudia em Maiorca para Ciutadella em Menorca. Depois de muitos atrasos que relatarei depois, visitámos Mahón, a capital, o famoso bar Covas d'En Xoroi e as praias Binidali e San Tomas.

Dia 4 / Menorca para Ibiza: Praia de manhã em Maiorca junto à zona do hotel (não era a praia mais bonita, mas foi das melhores da viagem). Voltinha e compras para o apartamento onde íamos ficar à tarde já em Ibiza. Se estão a notar falta de informação do que fizemos à noite, não pensem que estou a guardar segredo (não fizemos nada, somos pessoas da manhã).

 

Mapa Ibiza | Percurso Maria das Palavras nas Ilhas Baleares

 

Dia 5 / Ibiza: De manhã visitámos o Centro Histórico e à tarde fizemos praia junto ao hotel na reconhecida Platja d'En Bossa.

Dia 6 / Formentera: O ferry leva meia horinha do porto de Ibiza a Formentera (La Savina) e fomos ao encontro das belas praias de Ses Iletes, Cala Saona e Playa de Migjorn.

 

Mapa Formentera | Percurso Maria das Palavras nas Ilhas Baleares

 

Dia 7/ Ibiza: Alugámos carro pela última vez para visitar Cala Salada (e Saladeta), San Antony de Portmany e as Platges de Comte.

Dia 8/ Ibiza: Aproveitamos a praia durante o dia todo, junto ao hotel (zona de Ses Figueretes) para acumular calor na pele para o regresso a Portugal já de noite.

 

Em posts seguintes falarei em mais pormenor do que visitámos em cada uma das ilhas e alguns sítios onde comemos (e o que achámos). E se não me seguem no Instagram (@mariadaspalavras) estão a perder algumas imagens de alguns dos sítios mais bonitos onde já estive - há fotos no feed e as Stories estão guardadas no destaque "Baleares".

 

 

HOUSTON WE HAVE A PROBLEM: quero morar em Menorca. 😲 ❤🏖 O dia na ilha começou mal: atrasos no ferry, atrasos no carro alugado e até um engarrafamento na única estrada que faz a distância entre dois bocados. E depois passou tudo. Comemos um arroz caldoso de bogavante calmamente que aligeirou tudo (sobretudo a fome), visitámos um punhado de lugares daqueles que parece que existem apenas nos filmes: cidades encantadas em que cada esquina é uma foto à espera de acontecer, esplanadas em colinas sobre o mar e a praia mais bonita que já vi (?). Vão a Menorca. Vão a Menorca. Repetição intencional. • 📸 by Moço • #menorca #baleares #balearics #calabinidali #holidays #travellover #instatravel #igerstravel #fotography #fotografia #fujilover #fujixt1 #xt1 #nofilter #alforrecasorrynotsorry

A post shared by Maria das Palavras (@mariadaspalavras) on



Ainda antes de terminar este texto, deixo-vos com alguns factos sobre a viagem:

  1. Nunca vi tanta mama ao léu na vida como nas praias destas ilhas, contando com aquelas malucas da abanicação de teta do ginásio onde certa vez fui ao cycling.
  2. Não achei as coisas caras (refeições e afins, sobretudo em Maiorca). Mas pode ser porque estava a comparar com a última ilha que visitei - vide Islândia - onde tive de prostituir o Moço para comer uma sopa. 
  3. O melhor da água cristalina não é ser bonita: é verem claramente que praias têm alforrecas e em que praias não têm se preocupar em acabar a tarde com alguém a urinar-vos na perna.

 

Maria das Palavras nas Ilhas Baleares - Ibiza Old Town

Sigam-me no Instagram @mariadaspalavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

04
Jul18

Mão Esquerda é Penalti

Maria das Palavras

De todas as dicas que já tentei pôr em prática para beber mais água, desde aromatizá-la, a manter uma aplicação irritante no telemóvel, a fazer o pino com a perna esquerda dobrada (mentira, nem consigo fazer o pino), nenhuma funcionou como esta ideia simples: manter a garrafa ao alcance da minha mão esquerda

 

É tão básico como soa. Acreditem, também me ri em desdém quando me contaram o segredo. Em vez de pousar a garrafa ou copo à minha frente, para a ver bem, coloca-a logo ao meu lado, onde por impulso muitas vezes lhe pego sem notar e dou por mim a beber. 

 

Experimentem e depois venham cá contar à Maria. Dispenso desde já comentários de pessoas super afoitas que adoooram beber água, que já deslizam com facilidade 7 litros diários pela goela e não percebem a minha dificuldade. Até um bebé entende a dificuldade que é beber água...

 

giphy.gif

 

 

Sigam-me no Instagram @mariadaspalavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

Pág. 1/2

Seguir no SAPO

foto do autor

Passatempos

Ativos

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O meu mai'novo

Escrevo pr'áqui







blogging.pt

Recomendado pela Zankyou

Blogs Portugal

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D

subscrever feeds