Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Maria das Palavras

A blogger menos in do pedaço, a destruir mitos urbanos desde 1986. Prazer.

26
Jun17

Pára. Respira. Recomeça.

Maria das Palavras

Apesar de “calma” ser uma das palavras que menos gosto que me atirem tenho-a repetido na minha cabeça muitas vezes. Em teoria, quando o Moço viesse para cima, a rotina ia estabilizar. Na prática, a loucura continua. Tempo para parar quieta numa cidade, precisa-se. Família e amigos estão espalhados pelos quatro ventos. Aniversários são como cerejas, vão uns atrás dos outros e isto só para mencionar a parte mais leve da coisa. É verdade que toda a gente está ao alcance e as viagens não são assim tão compridas, mas o que não mata, mói (e se me permitem o aparte também mói a carteira #gobrisa).

E se não parar em Espinho é um problema, querer receber cá toda a gente é outro. Quero mostrar o nosso ninho novo a toda a gente, os encantos e os recantos gulosos da nova cidade. Mas não há tempo para tudo decentemente. Não posso fazer planos porque depende sempre de A, B, C pessoas e D, E, F eventos com G, H, I possibilidades.

 

E eu dou por mim a querer fazer tudo ao mesmo tempo. E despachar visitas como se estivesse a despachar senhas no talho. E não quero. Quero saborear. Quero ter paciência. Quero gostar de ir e gostar que venham, sem pensar que estou só a cumprir calendário. CHECK ao jantar, CHECK à visita. Quero não pensar que se tenho um dia livre podia estar a aproveitá-lo para marcar outro CHECK nas coisas que queria fazer e nas pessoas que queria visitar ou trazer.


Preciso de parar. Respeitar-me e ao meu tempo. Pensar que o que não acontecer agora, acontece depois e que não faz mal que eu não saiba quando. O dia não tem de ter mais horas e a semana não tem de ter mais dias. Eu é que tenho de ser mais paciente. Se eu me esquecer, vão-me lembrando?

Sigam-me no Instagram @maria_das_palavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

25
Jun17

O Sapo faz e o comentador desfaz.

Maria das Palavras

Sapo

Quem tem blog no Sapo, sabe.

Isto de se ser destacado, seja nos Blogs do Sapo, ou no Sapo, o Grande, é uma grande bênção e uma pequena desgraça, tudo ao mesmo tempo. Pelo menos para quem não tem as vacinas em dia. Que o pessoal que de lá vem, de alguns desses destaques, é daquele que tem raiva e morde e é capaz de deixar maleita a quem não tem a do tétano. Por isso, às vezes, o destaque vem com caruncho.


Essencialmente são aqueles comentadores profissionais, que estalam os dedos em frente ao ecrã, pensam “quem é que eu posso ofender hoje para tornar o meu dia melhor?” e abrem o Sapo (mas normalmente estão no CM). Clicam. Vêm ler um post destacado, sem sequer perceberem bem o conceito de blog. E vêem presas fáceis para atingir. São capazes de vários tipos de insultos, mas o preferido é aquele que questiona o Sapo do tipo de lixo a que anda a dar visibilidade.  Porque todos sabemos: só as opiniões de especialistas é que interessam. E quanto mais palavrões usar, maior especialista é o comentador pseudo-intelectual. E aqui ninguém está a falar de pessoas com opinião contrária, que a expressam de forma educada.  Só mesmo de pessoas donas de claras frustrações na sua vida real mas que são muitafortes ao nível do teclado.

 

O meu conselho (do alto da minha pouca sabedoria) para quem começou agora o blog é: ignorem o mais possível. Apaguem se quiserem e respondam só mesmo se tiverem um sorriso condescendente na boca ao fazê-lo. Se vos incomodar demasiado: fechem a caixa de comentários por umas horas. Como diz na placa do zoo: não alimentem os animais. E aproveitem o vosso destaque: o facto de alguém ter achado que as vossas palavras deviam ser lidas por mais gente.  É uma honra que os habitantes deste bairro verde têm e devem saborear.

 

Felizmente, este blog e a sua dona têm o boletim de vacinas actualizado, mesmo contra algumas virulências internacionais. Destaques? Venham eles. Com ou sem bicho.

 

Nota: Não, não estou a falar de nenhum destaque meu recente, escusam de procurar os raivosos. É só mesmo algo que já queria escrever há algum tempo.

Sigam-me no Instagram @maria_das_palavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

Seguir no SAPO

foto do autor

Passatempos

Ativos

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O meu mai'novo

Escrevo pr'áqui







blogging.pt

Recomendado pela Zankyou

Blogs Portugal

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

subscrever feeds